Início Eleições 2012 Nova pesquisa eleitoral de Fortaleza: Moroni perde pontos, mas está líder

Nova pesquisa eleitoral de Fortaleza: Moroni perde pontos, mas está líder

0
COMPARTILHAR

Moroni Torgan, candidato do DEM à Prefeitura de Fortaleza, continua liderando a pesquisa sobre a preferência do eleitorado, mas perdeu sete pontos em relação à última pesquisa do Ibope realizada no dia 13 de agosto para o Diário do Nordeste. Ele tem agora, segundo a pesquisa do mesmo instituto feita para a Televisão Verdes Mares, 24% das intenções de voto. O candidato Roberto Cláudio (PSB) é o segundo colocado, com 16%, seguido de Elmano de Freitas (PT), com 14% das preferências. Como a margem de erro é de três pontos percentuais, os dois estão tecnicamente empatados.

Essas foram as grandes mudanças registradas pela pesquisa que foi realizada entre os dias 27 e 29 deste mês, com um total de 805 eleitores maiores de 16 anos, para levantar junto aos eleitores opiniões relacionadas a assentos políticos e administrativos. A pesquisa está devidamente registrada no TRE.

Um outro fato significativo mostrado pela pesquisa foi a queda do percentual de Inácio Arruda, o candidato do PCdoB. Na pesquisa anterior, ele estava na segunda colocação, com 13%, depois de uma queda de dois pontos percentuais em relação à pesquisa feita em 30 de julho, também para a Televisão Verdes Mares. Inácio agora tem 10% das intenções de voto. O candidato Heitor Férrer (PDT) está com 12%, os mesmos da pesquisa de 13 de agosto, e um ponto a mai,s quando se compara com os números de 30 de julho.

Renato Roseno, embora esteja dentro da margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, tem 7% das intenções de voto contra 8% da pesquisa anterior e 10% da primeira que foi realizada no dia 30 de julho. Marcos Cals, o nome do PSDB na disputa, tem agora 5% contra 6% das duas outras. Os demais candidatos ficaram inalterados entre zero e um ponto.

Rejeição

Esta é a primeira pesquisa após o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão, iniciado no dia 21 de agosto. Os candidatos a prefeito tiveram oportunidade de aparecer em quatro programas antes e durante o trabalho de campo do pessoal do Ibope. A próxima pesquisa que vamos publicar, no dia 13 de setembro, poderá trazer mais novidades ainda em relação aos percentuais atribuídos a cada um dos candidatos.

Os números da rejeição permaneceram praticamente inalterados. As alterações entre os candidatos com maior pontuação, quando acontece fica dentro da margem de erro. Moroni Torgan continua liderando nesse quesito. 34% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Na última pesquisa, o seu índice de rejeição era de 33%. Inácio Arruda vem em segundo lugar, com 22%, dois pontos a menos em relação à pesquisa do dia 13 de agosto, seguido de Elmano de Freitas, com 20%, percentual igual à última.

Marcos Cals e Roberto Cláudio ficaram com os mesmos 13% da pesquisa anterior. Na mesma situação, ficou Heitor Férrer, com 8%. Renato Roseno apresentou diferença de um ponto da anterior para esta, ficando agora com 9% de rejeição. Os demais candidatos, Gonzaga (PSTU), André Ramos (PPL) e Professor Valdeci (PRTB), ficaram na mesma situação, variando entre 13% e 10%.

Próximo prefeito

O Ibope fez a seguinte pergunta aos eleitores: Independente da sua intenção de voto, na sua opinião, quem será o próximo prefeito de Fortaleza? Um total de 23% dos eleitores entrevistados diz que será Roberto Cláudio, seguido de Moroni, com 21%. Elmano tem a indicação de 17%, Inácio Arruda ficou com 6% das citações, Heitor Férrer com 4% e Marcos Cals com 3%. Professor Valdeci e André Ramos não pontuaram e, segundo afirma o relatório do Ibope, Gonzaga não foi citado por nenhum dos eleitores entrevistados.

Em relação ao interesse dos eleitores com a disputa pela Prefeitura da Capital, 21% disseram não ter qualquer interesse, 34% responderam estar pouco interessado, 26% tem interesse médio e 18% dos entrevistados disseram estar muito interessado no processo eleitoral deste ano. Apenas 1% está na relação dos não sabe ou não responderam.

Problemas da cidade

Na pergunta aos eleitores sobre “qual é a área em que, na sua opinião, a população de Fortaleza está enfrentando os maiores problemas”, 78% apontaram o setor de saúde pública, seguido da segurança, com 54% e educação, com 45%. O trânsito é citado por 18% dos entrevistados, e o transporte coletivo foi citado por 13% dos entrevistados.

A pesquisa ouviu um total de 805 eleitores maiores de 16 anos, utilizando o modelo de amostragem de conglomerados em dois estágios. No primeiro deles, são selecionados os conglomerados: setores censitários. A medida do tamanho é a população residente nos setores. Os eleitores foram divididos por grupos de idade, de instrução e de atividade, utilizando dados do Censo 2000, PNDA 2009 e TSE 2010. As entrevistas foram pessoais e realizadas por uma equipe de entrevistadores contratada pelo Ibope, devidamente treinada para abordagem desse tipo de público, diz o relatório.

Do Diário do Nordeste

Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui