Início Fortaleza Policial agredido em público por capitão da PM deve receber indenização de...

Policial agredido em público por capitão da PM deve receber indenização de R$ 15 mil

0
COMPARTILHAR
Decisão é do juiz Joaquim Vieira Cavalcante Neto, titular da 13ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza (Foto: Divulgação/TJ-CE)
Estado do Ceará foi condenado a pagar uma indenização de R$ 15 mil por danos morais a um cabo da Polícia Militar. O policial foi agredido por seu próprio capitão da PM, em local público, quando estava de licença médica. A decisão do juiz Joaquim Vieira Cavalcante Neto, titular da 13ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza, foi publicada no Diário da Justiça da última quarta-feira, 12. As informações são do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE).
De acordo com o autor da ação, ele estava na praça central do município de Palmácia, a 73 km de Fortaleza, onde ocorria show de bandas de Carnaval, quando um capitão da PM o abordou e perguntou o que ele tinha no pé. O cabo explicou que tinha sofrido uma entorse no tornozelo devido a um acidente. Na sequência, o capitão disse que o policial usava de “macete” para não trabalhar.

Após ter ouvido o cabo perguntar se ele era um médico para acusá-lo daquela forma, o capitão desferiu um tapa no rosto do policial, que caiu no chão. Outras pessoas estavam no local, incluindo familiares da vítima e outros policiais. A ocorrência se deu por volta da meia noite do dia 17 de fevereiro de 2007. Na ação, o cabo alegou ter sofrido abalo moral e psicológico.

O juiz Joaquim Vieira Cavalcante Neto determinou que o Estado repare o dano consequente da atitude do agente estatal. Conforme o magistrado, o capitão violou a ordem jurídica, agindo além do permitido pelo regramento militar. “É certo que dentro da Corporação Militar é vigente o princípio da hierarquia, entretanto, de nenhuma forma tal princípio autoriza o superior hierárquico a fazer ilações indevidas ou mesmo agredir fisicamente seus subordinados”, afirmou.
A determinação do juiz considera que o valor da indenização seja uma compensação razoável pelo ocorrido com a vítima, sem necessariamente representar enriquecimento indevido. Além disso, a indenização pune o ofensor, desestimulando a reincidência de condutas similares.
Fonte:O POVO Online
Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.