Início Nacional Restaurante em Sergipe tem ‘Bala que matou Lampião

Restaurante em Sergipe tem ‘Bala que matou Lampião

0
COMPARTILHAR

Em Poço Redondo (SE), encontramos a “bala que matou Lampião”. Calma, não se trata de um achado arqueológico. Na verdade, é um doce servido em um restaurante instalado na entrada da trilha que leva até a Grota de Angicos, local onde Lampião e Maria Bonita foram mortos, em 28 de julho de 1938.

A “bala que matou Lampião” nada mais é que bolinhas feitas de doce de leite. “É um dos mais pedidos aqui”, disse Luiza Rodrigues, dona do restaurante. O doce, por mais familiar que possa parecer ao nosso paladar, tem uma característica diferente: é macio por dentro e tem uma casquinha suave por cima.

Além da bala que matou Lampião, Luiza também serve o doce de coroa-de-frade, que é um cacto típico da caatinga nordestina. Para quem não faz ideia do sabor, pode-se dizer que tem alguma semelhança com doce de mamão e coco ralado.

“Isso até provoca alguma desconfiança em alguns turistas que duvidam que é doce de cacto mesmo.  A diferença do doce de cacto para o de mamão está na textura. O cacto precisa de muito mais tempo de cozimento para ficar amolecido. Já o mamão vira papa se for cozido pelo mesmo tempo. São quatro horas na panela.”

A receita foi guardada por anos em segredo, e até hoje a família de Luiza não revela todos os ingredientes para fazer o doce de cacto. Já o doce de Corisco (cangaceiro do grupo de Lampião), que também tem boa saída, conta com uma receita bem conhecida, segundo Luiza. “É o famoso quebra-queixo, feito de coco.”

No local, ainda é possível viajar pela história do Cangaço com pratos que levam o nome de personagens do movimento, como “Carneiro à Lampião”, feito com carne guisada, arroz, salada e farofa.

Fonte: G1

Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.