Início Fortaleza Polícias de dois Estados apuram golpe de renda

Polícias de dois Estados apuram golpe de renda

0
COMPARTILHAR

Empresário do Mato Grosso do Sul sumiu de Fortaleza sem pagar as despesas da partida Flamengo x Portuguesa 

Virou um caso de Polícia a denúncia envolvendo uma produtora de eventos do Mato Grosso do Sul e a Federação Cearense de Futebol (FCF) em relação à partida entre os times do Flamengo (RJ) e Portuguesa de Desportos (SP) realizado na Arena Castelão, nesta Capital, no último dia 27, válida pela Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol (Brasileirão 2013). Agora, as polícias civis do Ceará e do Mato Grosso do Sul trabalham juntas na investigação do fato.

Delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, titular da DDF, informou, ontem, ter instaurado inquérito para apurar a denúncia de estelionato fotos: kiko silva 

Em Fortaleza, a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) instaurou inquérito policial para apurar o suposto crime de estelionato que pode resultar no indiciamento e pedido de prisão preventiva ou temporária para o principal suspeito do crime, o empresário sul-mato-grossense Fabiano Ribeiro Rodrigues, sócio-proprietário da empresa ‘Xaxá Produções e Eventos Limitada’, sediada em Campo Grande (MS).

Estelionato

Uma notícia-crime foi entregue à Polícia local pelos advogados Leandro Duarte Vasques e Antônio de Holanda Neto, representantes jurídicos da FCF, relatando a ocorrência do crime de estelionato, previsto no artigo 171 do Código Penal Brasileiro, com pena de um a cinco anos de prisão, além do pagamento de multa. O titular da DDF, delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, já instaurou o inquérito e, ontem, encaminhou à Polícia do Mato Grosso do Sul uma carta precatória para que o acusado seja localizado naquele Estado e preste depoimento. Segundo Linhares, na última terça-feira ele recebeu uma ligação de uma delegada daquele Estado em busca de informações sobre o caso ocorrido em Fortaleza. As duas Polícias agora atuam juntas.

Na notícia-crime endereçada à Polícia Civil do Estado, a Federação Cearense ressaltou que coube à ‘Xaxá Produções’ a iniciativa de promover a partida em Fortaleza e, por conta disso, deveria ter “arcado com todo o custeio e despesas decorrentes do evento, com a contratação de mão-de-obra necessária para a montagem, desmontagem, segurança, quadro móvel e todo o pessoal necessário para a execução do evento de futebol”.

A partida entre Portuguesa e Flamengo, pelo Brasileirão Série A, ocorreu no último dia 27 de outubro, na Capital cearense, e terminou empatada por 0 a 0

Contudo, o empresário Fabiano Ribeiro Rodrigues, depois de ter em sua posse a renda do jogo, no valor estimado de R$ 890,8 mil, com um público de aproximadamente 22 mil pessoas, teriam ‘desaparecido’ da Arena Castelão, sem honrar os compromissos financeiros firmados nos contratos para a realização da partida, entre eles, o pagamento de 10 por cento à Arena Castelão pelo aluguel do estádio (R$ 89 mil), pagamento de ambulância, quadro móvel, destinação de cinco por cento da renda às federações cearense e paulista de futebol (R$ 44.547,50 para cada uma) e outros gastos.

“Reunidos todos os envolvidos na partida, ainda naquele mesmo dia (27 de outubro), a fim de proceder aos pagamentos devidos, o Sr. Fabiano Ribeiro Rodrigues, provavelmente percebendo que não alcançaria o lucro que planejara, após pagar parcialmente algumas despesas que a ele cabia, disse que iria ao banheiro e simplesmente desapareceu”, narra a notícia do crime entregue à DDF. No documento, a defesa do órgão ressalta que foi cometido o crime de estelionato qualificado.

A Reportagem do Diário do Nordeste tentou contato com a produtora, por telefone, mas não foi atendida.

Fernando ribeiro
Editor de Polícia

Fonte: Diário do Nordeste

Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.