Início Nacional Novas evidências reforçam a tese de homicídio

Novas evidências reforçam a tese de homicídio

0
COMPARTILHAR

O corpo de Joaquim está sendo velado no Velório Municipal de São Joaquim. O enterro está previsto para acontecer às 14h (horário de Brasília), no Cemitério Municipal

Novas revelações sobre o caso do menino Joaquim, encontrado morto na semana passada em Ribeirão Preto na semana passada, reforçam a tese de homicídio.

De acordo com o site O Globo, Natália Ponte, a mãe de Joaquim, afirmou em depoimento à polícia que, Guilherme Longo, seu esposo e padrasto da criança, numa briga ameaçou jogar o filho de quatro meses do casal, contra a parede.

promotor do caso disse ao Globo que “já existe um histórico de agressão do padrasto contra a mãe. Em uma das crises, ele teria ameaçado jogar o filho de quatro meses na parede. Natália disse que o marido a vinha ameaçando nos últimos tempos e que pensava em abandoná-lo. Ela declarou isso ontem (domingo), mas informou que não reportou o caso à polícia, não fez Boletim de Ocorrência.”

O corpo de Joaquim Ponte Marques em Barretos, num rio a 100 km de Ribeirão Preto.

De acordo com o laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) o menino não morreu por afogamento. O casal nega o crime, mas as novas evidências que surgem somadas aos laudos periciais reforçam que Joaquim foi assassinado.

O corpo de Joaquim está sendo velado no Velório Municipal de São Joaquim. O enterro está previsto para acontecer às 14h (horário de Brasília), no Cemitério Municipal.

Desde que o corpo do menino foi encontrado neste domingo, 10, o casal foi preso, e deve permanecer assim pelos próximos 30 dias.

Fonte:  O POVO Online

Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.