Justin Bieber pode ser condenado a pagar multa por ato de vandalismo no Rio

0
23
Robson Queiroz

Robson Queiroz

Comunicador e Gerente Financeiro em Jornal dos Municípios
Bacharel em Sistema de Informação; Comunicador; Produtor de Eventos; Já trabalhou em programa de notícias na Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube); Em 2013 recebeu a Comenda Jornalista Dutra de Oliveira pelos relevantes serviços prestados a comunicação no Ceará - concedido pela ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior); Coordenador da PASCOM Araturi (Pastoral da Comunicação);Desenvolvedor de sites, sistemas e aplicativos; Programador visual gráfico (designer).
Robson Queiroz

Justin Bieber pode ter que pagar multa se ficar comprovado que foi ele quem grafitou o muro do antigo Hotel Nacional, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. Na noite de terça-feira (5), a polícia saiu às ruas à procura o jovem. O registro foi feito por um fotógrafo.

Em uma das imagens, Bieber aparece de boné vermelho, perto de uma jovem, grafitando o muro do hotel. Na outra, ele é acompanhado por um segurança. No canto da foto é possível ver uma patrulha da Polícia Militar, mas não há registro de qualquer intervenção dos policiais. A PM abriu sindicância para apurar o porquê dos policiais não terem atuado no momento em que o astro estava grafitando.

Uma queixa foi aberta na delegacia contra o cantor. No início da noite de ontem, agentes da Polícia Civil estiveram na casa onde Bieber estaria hospedado dentro deste condomínio, mas não encontraram o cantor.

Justin teria alugado o imóvel depois que algumas jovens que ele conheceu na noite carioca foram barradas no tradicional Copacabana Palace. Na delegacia, o caso foi registrado como pichação.

O jovem cantor, de 19 anos, chegou ao Rio na sexta-feira (1°) e deve voltar pra casa nesta quarta (6). A passagem pelo Brasil foi tumultuada, e comentada, com direito a termas, garrafada durante o show e a queixa na delegacia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.