Dia do trabalho: Temer evita cadeia nacional e grava mensagem para redes sociais

0
52

O presidente Michel Temer gravou na sexta-feira 28, um vídeo para circular apenas nas redes sociais com uma mensagem pelo Dia do Trabalho (1º de Maio). A ideia do presidente, que evitará a cadeia nacional de rádio e TV, é fazer uma defesa das reformas trabalhista e previdência. Segundo fontes, o vídeo vai repetir formatos que vem sendo utilizados por Temer, com uma mensagem “curta e direto ao ponto”.

Há a previsão de que Moreira Franco — que é responsável pela comunicação do Planalto — possa fazer um “balanço” no fim do dia. A iniciativa, ainda não confirmada, era comum durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, que escalava ministros para conversarem com a imprensa e responder aos protestos.

Greve geral

O governo avaliou que o estrago que a greve geral poderia causar a votação da reforma da Previdência foi menor do que se previa anteriormente. O Palácio do Planalto disse que o movimento foi enfraquecido, porque a população brasileira não concorda com as paralisações centradas, principalmente, nos serviços de transportes. O ministro da Justiça, Osmar Serraglio, após conversa com outros colegas no Palácio do Planalto, disse o “fracasso” foi “uma constatação” feita depois se observar que o movimento de rua foi restrito aos grandes centros e que a baixa adesão da população dá força às reformas.

Fonte: http://www.cearaagora.com.br/

Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.