Início Fortaleza Ônibus são recolhidos em Fortaleza após veículos serem incendiados

Ônibus são recolhidos em Fortaleza após veículos serem incendiados

0
COMPARTILHAR
Robson Queiroz

Robson Queiroz

Comunicador e Gerente Financeiro em Jornal dos Municípios
Bacharel em Sistema de Informação; Comunicador; Produtor de Eventos; Já trabalhou em programa de notícias na Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube); Em 2013 recebeu a Comenda Jornalista Dutra de Oliveira pelos relevantes serviços prestados a comunicação no Ceará - concedido pela ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior); Coordenador da PASCOM Araturi (Pastoral da Comunicação);Desenvolvedor de sites, sistemas e aplicativos; Programador visual gráfico (designer).
Robson Queiroz

Atualizada 14:40 – 19/04/2017

No início da tarde desta quarta-feira ataques criminosos a ônibus em Fortaleza obrigou as empresas recolherem seus veículos.  Segundo o comandante da Polícia na capital, cel. F. Souto, vândalos atearam fogo em ônibus nas localidades de Barroso, Barroso, Cidade Jardim, Barra do Ceará, Jangurussu, Osório de Paiva e Edson Queiroz. Os ataques teriam iniciado por volta de 12h, quando um motorista ficou ferido no bairro Barroso e foi socorrido pelo SAMU.

Polícia Militar e Civil estão nas ruas mobilizados a investigar esses incêndios. Não se sabe ainda a origem do ataque. Segundo informações, os terminais estão sendo fechados sem previsão de retorno.

As primeiras informações que trouxemos foi que após o ataque a ônibus coletivos em Fortaleza, a Etufor havia recomendado as empresas recolherem seus veículos para a garagem, visando garantir a segurança dos colaboradores assim como proteger seus bens. O Jornal dos Municípios entrou em contato com a Empresa Vitória, que faz a rota metropolitana entre a cidade de Caucaia e Fortaleza, e eles teriam sido informados sobre um total de 10 ônibus incendiados. Já o Sindiônibus informou que todos os ônibus em Fortaleza foram recolhidos após o registro de ataque a 7 veículos.

Confira os vídeos abaixo:

Redação Jornal dos Municípios

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui