Início Educação Educação Brasileira

Educação Brasileira

0
COMPARTILHAR
Não podemos, infelizmente, garantir que a educação brasileira encontra-se em franca ascensão. Número suficiente de pessoas, devidamente preparadas, ainda não existe a fim de enfrentar as diversas modalidades de educação. São muitos os desafios que merecem atenção, estudos, cuidados e ações. O quadro é preocupante, talvez, consequência dos desacertos que vêm se arrastando através dos séculos.
Podemos, sem dúvida, comparar uma boa educação com um grande bolo feito, obedecendo a uma receita testada e equilibrada. Assim, depois merecendo ser fatiado, e cada fatia satisfazendo os apreciadores. Na educação, cada fatia do bolo corresponde a uma de suas modalidades, como: a familiar, religiosa, escolar, social, ambiental, ecológica, econômica, além da cultural, política e profissional, portanto, refletindo bem, percebemos que é multifacetada, e cada uma delas merecendo, por isso, trabalho intenso, muito pensado e seguro!
Observando, numa sociedade, as ocorrências cotidianas, concluímos o quanto elas precisam ser alicerçadas na premissa educação. Realmente, é um alicerce para um país subir civilizado, eficiente, do contrário não ganhará o respeito, a credibilidade, nem dos próprios habitantes. A forma educacional vigente merece uma séria reflexão por parte do povo, dos educadores, gestores públicos, enfim pelas vozes representativas da sociedade no setor, para não dar marcha à ré, na estrada da própria história. A que existe espelha, até o momento, uma educação muito mal resolvida.
Daí, pensarem educadores e autoridades, no verdadeiro papel da educação a fim de realizarem, de forma consciente, um desmonte do que vem se arrastando e impedindo o avanço das ações, pensamentos e, consequentemente, da própria sociedade brasileira. O quadro é preocupante sim, e não evoluirá sem uma séria avaliação, estudos e tomadas de posição, no sentido de combater ocorrências que
Impedem a ascensão do Brasil ao céu da glória educacional.
Não podem cidadãos, do tipo: pais, professores, autoridades educacionais, gestores, deixar tudo da forma em que está, ou seja, na mesmice que “não leva a nada, nem a lugar nenhum”.
Quem é, na realidade, leal com o Brasil precisa não só pensar, mas começar a agir, com a finalidade de promover uma evolução educacional!

Eliane Arruda

Professora de Língua Portuguesa e Revisora de Textos

 

Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.