Início Fortaleza Aprovada construção de 4.992 novas habitações do MCMV em Fortaleza

Aprovada construção de 4.992 novas habitações do MCMV em Fortaleza

0
COMPARTILHAR

Mais 4.992 novas moradias devem ser construídas em Fortaleza, através do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida (MCMV). O projeto para a construção foi aprovado pelo Ministério das Cidades na manhã desta quinta-feira (7). A perspectiva é que sejam beneficiadas cerca de 25 mil pessoas no residencial a ser erguido na Regional VI.

Com as novas unidades, a Capital cearense terá contratado, somente neste ano, 24.784 novas habitações Foto: Arquivo

De acordo com a Prefeitura de Fortaleza, o empreendimento, batizado de Esplanada das Palmeiras, irá beneficiar grupos familiares inscritos nos programas habitacionais da Prefeitura Municipal, por meio da Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor).

Com isso, a Capital terá contratado, somente neste ano, 24.784 novas habitações, já que as unidades do Esplanada das Palmeiras se juntam a outras 19.792 em execução do Minha Casa, Minha Vida.

O próximo passo a concretização do empreendimento é a contratação junto à instituição financeira que ordenará recursos para o obra, o Banco do Brasil. A responsável pelas construção das novas unidades será Construtora Direcional.

Além das unidades habitacionais, o projeto também prevê unidades de educação, entre creches, escolas de ensino fundamental e de ensino médio, uma Unidade de Pronto Atendimento de Saúde (UPA), um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e um centro de Referência em Empreendedorismo.

Fonte: Diário do Nordeste

 

Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.