Início Fortaleza Após polêmica, AMC autoriza avanço de sinal vermelho durante a madrugada

Após polêmica, AMC autoriza avanço de sinal vermelho durante a madrugada

0
COMPARTILHAR
Robson Queiroz

Robson Queiroz

Comunicador e Gerente Financeiro em Jornal dos Municípios
Bacharel em Sistema de Informação; Comunicador; Produtor de Eventos; Já trabalhou em programa de notícias na Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube); Em 2013 recebeu a Comenda Jornalista Dutra de Oliveira pelos relevantes serviços prestados a comunicação no Ceará - concedido pela ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior); Coordenador da PASCOM Araturi (Pastoral da Comunicação);Desenvolvedor de sites, sistemas e aplicativos; Programador visual gráfico (designer).
Robson Queiroz

Após a polêmica que se alastrou nas redes sociais, quando um áudio alertava a população de Fortaleza para não ultrapassar o sinal vermelho durante a madrugada, pois multas estavam sendo aplicadas; O assunto fez com que os órgãos regulamentadores locais, como AMC e Detran-CE, se posicionassem a respeito.

O Detran, responsável pelas rodovias estaduais, foi o primeiro a se pronunciar afirmando que permitia o avanço no sinal vermelho de 20h às 5h59min com velocidade máxima de 30km/h. Já a AMC havia informado que não era permitido, que todos os condutores devem respeitar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e que o motorista que ultrapassasse o sinal vermelho seria penalizado com 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) além de pagar multa de R$ 293,47.

Isso gerou uma onda de manifestações nas redes sociais contra a atual gestão, tendo em vista que na gestão da ex-prefeita Luizianne Lins (PT) foi emitida uma nota de esclarecimento pela AMC liberando o avanço do sinal sob as mesmas circunstâncias citadas anteriormente.

Pois bem, na manhã desta terça-feira (15/08) a AMC decidiu voltar atrás de sua decisão e informou que será permitido avançar o sinal vermelho entre 20h e 5h59min com velocidade máxima de 30km/h, conforme nota de esclarecimento na imagem abaixo:

Redação Jornal dos Municípios

Deixe uma resposta

Por favor deixe seu comentário
Por favor digite seu nome aqui