CPI quer bloquear vendas de chips de operadoras de celulares no Ceará

0
27

Com mais de 17 mil reclamações de usuários cearenses relacionadas aos serviços prestados no Estado e sob investigação por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na Assembleia Legislativa do Ceará, as operadoras de telefonia móvel no Ceará poderão ser impedidas de vender novas linhas e habilitação de chips.

Requerimento neste sentido será votado na reunião da CPI da telefonia, marcada para a próxima terça-feira. A suspensão do comércio de novos serviços voltou a ser sugerida pelo deputado Estadual Fernando Hugo (SDD), durante a segunda rodada de esclarecimentos das operadoras à comissão da CPI, na tarde de ontem.

“Caso a proposta seja aceita pelo Judiciário, a liberação de novas linhas no Estado só será possível após as principais operadoras apresentarem relatórios de melhorias no serviço. É um absurdo contratar e pagar por um serviço que não atende às necessidades do consumidor”, justificou o deputado.

“Sabemos que as reclamações e falhas existem, mas a Oi Ceará investiu R$ 202 milhões somente este ano para melhorar os serviços oferecidos à população cearense. Estamos trabalhando por melhorias, através de estudos e investimentos”, respondeu o gerente de Relações Institucionais da Oi, Urbano Costa Lima. Segundo ele, a empresa está pronta para prestar todos os esclarecimentos solicitados pela CPI.

Fonte: Diário do Nordeste

Zeudir Queiroz

Zeudir Queiroz

Aceji - Associação Cearense de Jornalistas do Interior em Diretor
Comunicador há mais de 30 anos, comanda o Jornal dos Municípios, que veio de um programa da Rádio Clube de Fortaleza (antiga Ceará Rádio Clube) para as páginas de internet.Atualmente exerce o cargo de diretor da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (ACEJI), sendo também ex-presidente da instituição.
Zeudir Queiroz

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.